• 18 de junho de 2024

Recursos estaduais são garantidos para os hospitais de Canoas

 Recursos estaduais são garantidos para os hospitais de Canoas
PMC

Um acordo entre a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Porto Alegre (Granpal) e o Governo do Estado vai manter as verbas da saúde no patamar atual até o final de junho deste ano. Além disso, o corte nas verbas será menor que o previsto originalmente.

A decisão de adiar a entrada em vigor do Programa Assistir foi tomada na tarde desta terça-feira (08), durante reunião no Palácio Piratini entre o prefeito de Canoas, Jairo Jorge, o presidente da Granpal, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, e demais prefeitos da Região Metropolitana com o secretário-chefe da Casa Civil, Artur Lemos, e a secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.

O Programa Assistir previa a redução de R$ 205 milhões por ano nos recursos para a saúde das cidades da Grande Porto Alegre a partir de agosto do ano passado. Somente no Hospital Universitário (HU) e no Hospital de Pronto Socorro Prefeito Dr. Marcos Antônio Ronchetti (HPSC) haveria uma perda de R$ 86,63 milhões por ano (veja abaixo como ficariam os valores). Além disso, para o Hospital Nossa Senhora das Graças ficou garantido um acréscimo de R$ 4,96 milhões por ano.

Segundo o prefeito Jairo, a manutenção dos recursos é muito importante, pois, se não fossem pagos, os hospitais deixariam de prestar vários serviços e haveria redução significativa de atendimentos à população. Em relação à redução futura, o prefeito explica que já foi comunicado ao governador que Canoas ampliará os serviços de saúde prestados aos canoenses e para 179 municípios, no caso do HU, e 156 pelo HPS. “Tenho convicção de que, com essa ampliação, vamos recuperar recursos e, desta forma, manter os serviços dos hospitais.

Presenças
Também participaram da reunião os prefeitos Luiz Zaffalon, de Gravataí; Volmir Rodrigues, de Sapucaia do Sul; Marcelo Maranata, de Guaíba; André Brito, de Taquari; Ary Vanazzi, de São Leopoldo; além de secretários de saúde de municípios da região.

Hospital Universitário
Valor atual que recebe – R$ 57,65 milhões
Valor proposto pelo Programa Assistir – R$ 13,87 milhões
Perda de recursos – R$ 43,77 milhões

HPSC
Valor atual que recebe – R$ 49,44 milhões
Valor proposto pelo Programa Assisitr – R$ 6,58 milhões
Perda de recursos – R$ 42,85 milhões

Hospital Nossa Senhora das Graças
Valor atual que recebe – R$ 1,88 milhões
Valor proposto pelo Programa Assistir – R$ 6,84 milhões
Ganho de recursos – R$ 4,96 milhões

Escritório de Comunicação – PMC

Canoas Mais

Noticias Relacionadas