• 27 de fevereiro de 2024

Proposta da LDO 2024 é apresentada em audiência pública na Câmara de Vereadores

 Proposta da LDO 2024 é apresentada em audiência pública na Câmara de Vereadores

Canoas destina mais de 25% do orçamento do município para a área da Saúde. A cidade, que vem sofrendo com os cortes do programa Assistir, do Governo do Estado, projeta a aplicação de R$ 747,5 milhões para a área no próximo ano. O cenário orçamentário foi apresentado, na tarde desta segunda-feira (18), durante audiência pública promovida pela Câmara Municipal para debater o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2024.

Ao conduzir a apresentação da LDO 2024, o diretor de Planejamento e Controle Orçamentário da Secretaria Municipal de Administração e Planejamento (SMAP), Gil Cezar Lopes Rodrigues, apresentou também o resultado das Emendas Impositivas aos vereadores, que totalizam R$ 14,7 milhões. Desse valor, 50% deve ser destinado à Saúde.

A segunda maior destinação de recursos será para a área da Educação, com R$ 475,8 milhões. Durante a apresentação, o diretor explicou que as prioridades da comunidade foram sinalizadas através da ferramenta de participação Opinômetro. “Tivemos um total de 4.843 participantes. A Saúde foi escolhida como prioridade, com 36,2% dos votos, seguida pela Educação, com 20,2%, e Segurança Pública, com 11,9%”. O bairro Mathias Velho teve a maior participação com 12,5%, seguido pelo Harmonia, com 10,4%, e Estância Velha, com 10%”.

A secretária municipal de Administração e Planejamento, Jéssica Estraich, destacou que a audiência pública tem como objetivo promover a transparência dos gastos e orçamentos da Administração Municipal. “A LDO 2024 tem como finalidade orientar a Lei Orçamentária Anual. Por isso, é de grande importância para a nossa população canoense essa audiência pública. A gestão municipal está sendo transparente e comunicando abertamente a situação orçamentária do município”, afirmou.

Prazo para sugestões da comunidade

A proposta da LDO 2024 prevê um orçamento de R$ 2,7 bilhões, com uma projeção de déficit de R$ 417 milhões. O projeto já havia sido apresentado pelo Executivo em audiência pública no dia 22 de agosto, no Paço Municipal. O encaminhamento de sugestões para o texto pode ser realizado até as 16h do dia 25 de setembro, via protocolo da Câmara de Vereadores.

Texto: Dayane Mascitti – PMC  Edição: Carina Jung – PMC 

Canoas Mais

Noticias Relacionadas