• 30 de maio de 2024

Porto Alegre: Prefeitura renova frota do Samu com 12 modernas ambulâncias

 Porto Alegre: Prefeitura renova frota do Samu com 12 modernas ambulâncias

Porto Alegre, RS, Brasil 08/4/2024: A Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, entregou 12 novas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para renovar a sua frota e melhorar a capacidade tecnológica em saúde na Capital. A entrega ocorreu nesta segunda-feira, 8, em frente ao Paço Municipal, Praça Montevideo, bairro Centro Histórico. A entrega das viaturas foi acompanhada de atualização de equipamentos importantes para atendimentos de urgência e emergência, como cardioversores e aparelhos de ultrassom. Foto: Alex Rocha/PMPA

Porto Alegre, RS, Brasil 08/4/2024: A Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, entregou 12 novas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para renovar a sua frota e melhorar a capacidade tecnológica em saúde na Capital. A entrega ocorreu nesta segunda-feira, 8, em frente ao Paço Municipal, Praça Montevideo, bairro Centro Histórico. A entrega das viaturas foi acompanhada de atualização de equipamentos importantes para atendimentos de urgência e emergência, como cardioversores e aparelhos de ultrassom. Foto: Alex Rocha/PMPA

Nesta segunda-feira, 8, Porto Alegre recebeu 12 novas ambulâncias para a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), qualificando o atendimento em emergência e melhorando a capacidade tecnológica em saúde na Capital. O ato ocorreu no Paço Municipal, com as presenças do prefeito Sebastião Melo, do secretário municipal de Saúde, Fernando Ritter, e autoridades. O município investiu R$ 4,8 milhões, sendo R$ 3,6 milhões na compra das 12 ambulâncias e R$ 1,2 milhão em equipamentos.

A entrega foi acompanhada de atualização de equipamentos importantes para atendimentos de urgência e emergência, como cardioversores, videolaringoscópios e aparelhos de ultrassom. A renovação não acontecia desde 2018 na capital gaúcha.

Com isto, a frota em operação em Porto Alegre soma 18 ambulâncias, sendo três veículos de suporte avançado (conhecidos como UTI Móvel) e 15 de suporte básico.

“O Samu é um serviço muito querido da nossa cidade, e precisa estar bem preparado para atender a todos sem distinção. Não gostaríamos que houvesse uma chamada emergencial, mas ela poderá ocorrer. E tendo um carro novo, com equipamentos atualizados e tecnologia de ponta, certamente teremos condições de atender melhor a todos os pacientes” – Prefeito Sebastião Melo.

Com a ampliação, o Samu poderá manter 10 veículos reservas, assegurando a continuidade ininterrupta do serviço. São necessários R$ 45 milhões ao ano para manutenção dos serviços do Samu, sendo que 60% (R$ 27,7 milhões) são de responsabilidade do município para custeio, investimento e administração de pessoal.

Uma das novas ambulâncias foi equipada com a mais avançada tecnologia disponível, fortalecendo a estrutura do Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliando o atendimento de urgência e emergência à população da Capital. O veículo conta com ultrassom, videolaringoscópio, compressor mecânico e eletrocardiograma (ECG), o que garante excelência ao serviço na capital do ponto de vista tecnológico.

A Secretaria Municipal de Saúde está incorporando novos compressores mecânicos, eletrocardiógrafos e respiradores. “A melhoria na capacidade tecnológica em saúde faz com que o Samu se estabeleça como um dos serviços mais avançados do país em termos de tecnologia e qualidade de equipamentos”, avalia o secretário municipal de Saúde, Fernando Ritter.

“A conquista que celebramos hoje é fruto de muitas mãos e estamos prontos para melhorar ainda mais o serviço prestado à comunidade”, explica o coordenador do Samu, Fabiano Barrionuevo. Na mesma linha, o coordenador municipal de urgências, Paulo Bobek, destaca a melhora nos atendimentos, com tempo de resposta mais rápidos e redução na mortalidade dos pacientes.

Atendimentos – Em 2024, até o momento, o Samu de Porto Alegre recebeu mais de 60 mil ligações, efetuou 25 mil regulações médicas e mais de 18 mil atendimentos nas ruas. As equipes reduziram o tempo resposta a emergências severas em 30%, segundo dados de março.

O serviço também desenvolve um projeto junto ao Ministério da Saúde para o treinamento da população em atendimento de PCR com geolocalização desses voluntários, além da aquisição de 140 desfibriladores externos automáticos (DEAs), hoje disponíveis em farmácias Panvel e São João. Nenhuma cidade do país tem uma cobertura de equipamentos como em Porto Alegre.

Semana passada, o Samu foi colocado à disposição para realizar transferência de pacientes para seus municípios de origem, com objetivo de desafogar as emergências da Capital. A medida é uma forma de contribuir com o governo estadual na redefinição dos protocolos de contrarreferência dos atendimentos de urgência.

Fonte: PMPA/Imprensa

Canoas Mais

Noticias Relacionadas