• 20 de julho de 2024

Governo Leite agora passa chapéu e requisita R$ 600 milhões da ALRS, TJ e MP

 Governo Leite agora passa chapéu e requisita R$ 600 milhões da ALRS, TJ e MP

Foi à votação na Assembleia Legislativa do RS, nesta terça-feira(02), o Projeto de Resolução nº 4/2023, da Mesa Diretora, que autoriza a transferência R$ 247 milhões do Fundo de Reaparelhamento da Assembleia Legislativa para o Tesouro do Estado do Rio Grande do Sul. 

Já no espaço da liderança, o deputado Rodrigo Lorenzoni foi à tribuna para falar sobre essa transferência de recursos, que é mais uma manobra do governo Eduardo Leite, que dizia ter saneado as finanças do Rio Grande do Sul, apresentou contas superavitárias e alardeava que o Estado tinha virado a página de uma situação difícil para uma nova e promissora realidade. 

Também antes da votação, o deputado Rodrigo, que é líder da bancada do PL, reiterou que o partido votaria favoravelmente ao PR “porque precisamos enfrentar as dificuldades do Estado e defender os interesses dos gaúchos e do RS”. Mas que o fato do governador esconder a real situação financeira do Estado não tem justificativa e é a mesma coisa que governos anteriores fizeram ao sacar os depósitos judiciais. “Essa Casa precisa se questionar: nós aprovamos no final do ano passado, projeto de reestruturação das carreiras e dos cargos de chefia, que aumentou consideravelmente os salários das chefias. O aumento era justo e correto, mas fomos induzidos ao erro de forma desleal, porque o governo garantiu que as contas estavam em dia. Temos um problema sério de gestão no RS, que está comprometendo as finanças. O governo teve que passar o chapéu para esconder sua incompetência”, denunciou Rodrigo. 

O projeto de Resolução foi aprovado por unanimidade. Com os fundos da ALRS, Tribunal de Justiça e Ministério Público, entrarão nos cofres do governo mais de R$ 600 milhões.

Canoas Mais

Noticias Relacionadas