• 21 de fevereiro de 2024

Gerson Luís Batistella: O conhecimento transforma realidades!

 Gerson Luís Batistella: O conhecimento transforma realidades!

A coluna que escrevo rende uma homenagem ao conhecimento que transforma realidades e ocorre em decorrência de um grande evento de qualificação que foi organizado e realizado pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul destinado a Vereadores e Servidores de Legislativos Municipais.

Mas o intuito não é escrever sobre o evento em si mas refletir sobre como o conhecimento adquirido e transmitido possui uma condição essencial de transformar realidades. Num auditório da Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI, campus de Frederico Westphalen/RS, lotado por 200 pessoas num dia chuvoso e frio, após um dia de muita destruição e tristeza causada por um ciclone extratropical que assolou diversas regiões do Rio Grande do Sul; muitas pessoas saíram de suas residências e locais de trabalho, em mais de 55 municípios do Estado, para participar de um dia de aprendizado, conhecimento, troca de experiências. Isso é fantástico!

Em tempos de acesso à informação instantânea, mediante inúmeros meios de comunicação, redes sociais e outros, busca-se o conhecimento muitas vezes longe de casa. O que está por trás disso?

Precisamos refletir sobre a qualidade da informação e do “conhecimento” que buscamos e “pescamos” nas redes sociais e outros meios de acesso à informação.

Podemos afirmar, com tranquilidade, que o excesso de informação à disposição não representa, necessariamente, qualidade de informação e, principalmente, não significa aquisição de conhecimento. Precisamos nos permitir a acessar conteúdos de qualidade, a buscar conhecimento em fontes fidedignas e que gerem a confiança e a respeitabilidade necessária e que as pessoas saibam, com tranquilidade, aprender o correto onde o conhecimento é transmitido de forma correta.

O processo de aprendizagem é longo, contínuo, interminável, essa é uma grande verdade! O profissional não se transforma em excelência apenas com a bagagem teórica adquirida em bancos escolares, universitários ou no sistema de ensino a distância. É preciso mais, é buscar a experiência, o “case”,  o “insight” de algo a inovar e a propor.

Muitas vezes as pessoas optam por caminhos alternativos na construção do seu processo de conhecimento, preferem os atalhos que se submeter a longos períodos e processos de construção do seu saber, lá na frente, a realidade se apresenta na exata medida do esforço realizado! Não há solução mágica para o acúmulo do conhecimento, há esforço, dedicação, escolhas, abdicação, isso te ajuda a evoluir, como profissional, como pessoa, com um ser humano na concepção da palavra!

Mas buscar e acumular conhecimento, por si só, nada representa. É preciso compartilhar o conhecimento adquirido e acumulado com outras pessoas para que isso se transforme na mudança efetiva de realidades, seja de municípios, de Estados, de um País ou da própria pessoa, fundamentalmente! Já dizia, sabiamente, Juliano Kimura: “Transmitir conhecimento não é apenas falar, mas inspirar novas atitudes!” Ou seja, o que transmites, precisa ser efetivo e se transformar em algo diferente do que se fazia.

Assim, quando você busca um curso, um evento, uma graduação, especialização ou algo similar tenha sempre em mente o que pretenderá fazer com o conhecimento que está buscando. Buscar conhecimento apenas “pelo buscar” te deixará exatamente na mesma situação, apenas terás mais um certificado ou mais alguns títulos. Não desistamos de aprender continuamente, mas vamos utilizar isso para sermos e fazermos diferente, em especial, para mudarmos a nossa realidade e a das pessoas!

Gerson Luís Batistella. Administrador, professor da disciplina de Gestão Pública da URI – Frederico Westphalen, Professor Instrutor da Escola Superior de Gestão e Controle do Tribunal de Contas do Estado RS (TCE-RS), Auditor e Coordenador Regional do TCE/RS em Frederico Westphalen.

Canoas Mais

Noticias Relacionadas