• 21 de fevereiro de 2024

Declare-se doador de órgãos: Santa Casa de Porto Alegre incentiva público a abraçar a causa

 Declare-se doador de órgãos: Santa Casa de Porto Alegre incentiva público a abraçar a causa

A Santa Casa de Porto Alegre inicia neste dia 1º de setembro mais uma importante jornada de conscientização em prol da doação de órgãos. Com o apoio da atriz Mônica Martelli, voluntária do projeto pelo segundo ano, a tradicional campanha da instituição sobre o tema busca sensibilizar a sociedade sobre a importância de se auto declarar doador, incentivando o diálogo com a família sobre essa decisão. 

Como ponto de partida, a campanha convida o público a inserir no perfil de suas redes sociais o coração verde, um dos símbolos da causa, acompanhado da declaração: “Sou doador (ou doadora) de órgãos”. Este pequeno gesto, porém primordial, tem como propósito fomentar o diálogo e as discussões sobre o tema, especialmente dentro do círculo familiar, únicos responsáveis por respeitar a decisão e autorizar a doação de órgãos. 

Como na edição de 2022, a atriz e apresentadora Mônica Martelli novamente se soma à causa e voluntariamente é a porta-voz da campanha. Com sua participação, o objetivo é alcançar um público ainda mais diversificado que possa ser propulsor de uma mudança de mentalidade sobre o tema, contribuindo para salvar e transformar vidas.

Cada potencial doador de órgãos pode proporcionar uma segunda chance a até oito pessoas. Mais do que um gesto de generosidade, é um ato que tem o poder de reescrever o curso de múltiplas vidas. Uma única doação de órgãos pode trazer esperança e oportunidade de uma vida plena para quem aguarda ansiosamente por um transplante. Hoje, são mais de 56 mil pacientes que esperam por um órgão no país.

Como destaca o diretor médico do Hospital Dom Vicente Scherer, da Santa Casa de Porto Alegre, José de Jesus Peixoto Camargo, é primordial lembrar que a doação de órgãos só se concretiza com o entendimento e consentimento dos familiares. Por isso, a campanha destaca a importância de comunicar essa decisão, garantindo que a vontade do doador seja respeitada. 

“Unindo forças, podemos ampliar a conscientização, espalhar compreensão e fazer uma mudança real na perspectiva da doação de órgãos. Essa campanha é um convite da Santa Casa para que todos possam fazer parte dessa iniciativa, compartilhando a importância vital da doação de órgãos e contribuindo para um futuro cheio de esperança para nossos pacientes”, destaca J.J. Camargo, pioneiro em transplante de pulmão na América Latina e responsável por quase metade dos transplantes de pulmão realizados até hoje no Brasil. 

Mais informações sobre a importância da causa e as principais dúvidas sobre doação de órgãos estão disponíveis no site 1salva8.santacasa.org.br

Canoas Mais

Noticias Relacionadas