• 20 de julho de 2024

Canoas fecha parceria com ONG para implantar projeto Escolas Sustentáveis

 Canoas fecha parceria com ONG para implantar projeto Escolas Sustentáveis

PMC

Preocupada em estimular ações sustentáveis nas escolas, a Prefeitura de Canoas fechou uma parceria com a ONG ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade para implantar o projeto Escolas Sustentáveis. Inicialmente, oito instituições da rede municipal de ensino vão se tornar núcleos de conhecimento e consciência ambiental, por meio de consultorias técnicas realizadas pela entidade.

A iniciativa pretende desenvolver o tema da sustentabilidade disseminando conceitos pedagógicos e ambientais para os alunos da rede municipal. Nas EMEFs selecionadas, será implementada a certificação da escola sustentável, bem como serão reconhecidos os embaixadores da justiça climática.

A certificação visa estimular ações sustentáveis nas escolas, por meio de selos de reconhecimento de boas práticas e iniciativas inovadoras de sustentabilidade. Em cada instituição de ensino, serão criados um comitê de sustentabilidade e um diagnóstico de práticas sustentáveis, além de um plano de ação com avaliação e desempenho das principais atividades desenvolvidas no ambiente escolar pelos alunos ao longo do período.

Os estudantes receberão uma formação com os Embaixadores da Justiça Climática, ICLEI América do Sul e Plant-for-the-Planet, que irão realizar ações educativas com jovens entre 7 e 12 anos. Uma das atividades será o plantio de mudas de arvores nativas na região de atuação da escola.

Com o auxílio do comitê criado com representantes das escolas, serão identificados projetos locais que possam reforçar a iniciativa com planos de arborização e programas de educação ambiental. Os participantes serão certificados e inscritos na rede global dos embaixadores da justiça climática.

Na última semana, a secretária adjunta pedagógica da Educação, Cinara Souza, apresentou, na EMEF Paulo Freire, todo o plano de atividade a ser executado pela escola ao longo de 2022. “Essa implementação, nos espaços educacionais, é de extrema importância, pois coloca as crianças e adolescentes em contato com iniciativas com potencial de combate às mudanças climáticas e apresentam alto nível de educação e conscientização ambiental. Nossa ideia é que esta ação conjunta possa ser replicada e aplicada nas demais escolas e espaços do município”, destacou.

Durante o próximo ano letivo, a ONG estará presente nas escolas para orientar todas as práticas até a obtenção do selo sustentável. A partir do próximo período, em 2023, as próprias instituições terão que apresentar planos de ação para a manutenção do selo.

As EMEFs que farão parte do projeto são: EMEF Assis Brasil, Paulo Freire, Sete de Setembro, Professor Thiago Würth, Arthur Pereira de Vargas, Santos Dumont, Jacob Longoni, Doutor Nelson Paim Terra.

Canoas Mais

Noticias Relacionadas